Nascida do sêmem de Urano misturado ao mar, Afrodite (ou Vênus, em Roma) é a mais bela e sedutora das deusas e dela emana todo o amor que existe pelas mulheres. Seu poder de atração é tamanho que todos os deuses brigam o tempo todo por causa dela, ao passo que ela ignora tudo solenemente.





Afrodite é quem governa as múltiplas formas de amor e paixão, sempre envolvida por um magnetismo intenso, pela alegria, pela sedução e pelo glamour. Ela casa e tem filhos, mas também é amante de vários homens e deuses e nunca se deixa humilhar ou dominar. Vaidosa, não tolera que outra mulher tenha capacidade de seduzir ou beleza comparável à sua, punindo as mortais que se atrevem a cruzar o seu caminho. Afrodite é temida por suas explosões de ódio quando os seus caprichos são negados. Em várias ocasiões, ela usa o amor como arma fatal dando vazão a suas vinganças.

As celebrações em sua homenagem eram chamadas de afrodisíacas e aconteciam em toda a Grécia, tendo no sexo livre um meio de contato e de culto à deusa. Afrodite representa a afirmação do desejo de prazer pelo prazer, que se manifesta principalmente através da atração sexual. Segundo suas leis e seus caprichos, as paixões e os amores se realizam ou são frustrados.

A mulher Afrodite

As mulheres de natureza Afrodite são muito confiantes em relação às suas capacidades e, principalmente, no que tange a sua facilidade para atrair os homens que, geralmente, correm feito bobos atrás delas. Um ponto muito importante sobre este arquétipo feminino é o fato de não se submeter à autoridade masculina quando se casa ou em outras circunstâncias da vida e, justamente por isso, não renega o matrimônio como forma de impedir a dominação do homem, coisa que algumas deusas gregas chegam a fazer.

As carreiras de Afrodite sempre têm algo da sedução feminina: ícones da televisão e do cinema, modelos, estilistas, esteticista, decoradoras e artesãs que dominam a criação da beleza são bons exemplos.

Os conselhos para as mulheres do tipo Afrodite envolvem o alerta quanto a uma postura frívola e promíscua diante do amor e do sexo (não à toa o nome "doença venérea" vem de Vênus, o nome romano para a deusa), assim como a necessidade de se policiarem para que a vaidade e o ciúme não dêem vazão a uma natureza arrogante e irrascível.



E você se acha uma  Deusa Afrodite?Desde  aquele tempo a sedução predomina  a vida do ser humano,sedução o desejo a proposta de fazer o seu parceiro feliz e satisfeito é ótimo.
Sexo e amor tudo a ver,mas não precisa estar juntinhos andam sozinhos também a modernidade  ajudou muito rsrs.


















Eu a Pimentinha me considero uma Afrodite e acredito que todas as mulheres tem dentro de si uma Deusa Afrodite,que reluz sensualidade basta querer,não importa se é gorda,magra ou amarela.E não sinta vergonha  de si propria você pode tudo mulher.Yas pimentinha

Categories:

Leave a Reply